quinta-feira, 25 de junho de 2015

Você se sente sozinho?

4 comentários

Às vezes parece que não há ninguém com quem possamos contar e que temos de enfrentar os problemas desta vida sem a companhia de ninguém. Porém, isso não é verdade. Há alguém que está sempre conosco: Jesus! Um dos Seus muitos nomes é Emanuel, que quer dizer “Deus conosco” (Mt 1.23).

Em Jesus, Deus se uniu de forma inseparável e eterna com a humanidade, pois Jesus é Deus e homem em uma só pessoa para sempre (Jo 1.1-3,14). Essa união foi efetivada a nosso favor na cruz, quando Jesus levou sobre Si os nossos pecados e a ira de Deus que eles mereciam (Is 53.4-6,10-12). Assim, fomos reconciliados com Deus (Rm 5.6-11; 2Co 5.18-21): Deus se tornou nosso amigo e nós nos tornamos amigos de Deus (Rm 5.1; Jo 15.13-15). Além disso, depois de ter ressuscitado dentre os mortos e ter subido aos céus, Jesus enviou ao mundo o Seu Espírito Santo, o outro Consolador, para estar para sempre conosco e em nós (Jo 14.16; At 2.32,33). E quando somos habitados pelo Espírito Santo, também somos habitados pelo Pai e pelo Filho (Jo 14.23).

Estando tão bem acompanhados, por que nos sentirmos sozinhos? Se Deus é por nós, quem será contra nós (Rm 8.31)? Viva a realidade da presença de Deus por meio da fé no Senhor Jesus Cristo e a solidão não mais será um problema.

segunda-feira, 22 de junho de 2015

O para-raios de Deus

Comente Aqui

O para-raios é um aparelho usado para proteger edifícios, lugares e pessoas contra raios. Ao efetuar essa proteção, o para-raios não impede que o raio caia do céu à terra, pois isso é impossível. O raio cairá inevitavelmente. A proteção é realizada quando o para-raios atrai o raio sobre si mesmo, impedindo que ele caia em um local indesejado.

A Bíblia ensina que Deus é justo (Ne 9.33). Ele odeia e pune o pecado (Ex 34.7), de tal modo que a ira de Deus contra o pecado é inevitável (Na 1.2-3,6). Como um raio, a ira de Deus deve cair e fulminar aqueles que praticam o pecado. O salário do pecado é a morte (Rm 6.23), o inferno (Ap 21.8), a ira de Deus.

A boa notícia, porém, é que Deus mesmo providenciou um para-raios para proteger os pecadores contra a Sua ira. Esse para-raios de Deus é Jesus! O Senhor Jesus Cristo veio a este mundo para aplacar a ira de Deus, o que é chamado na Bíblia de “propiciação” (Rm 3.25,26). Ele não fez isso por impedir que a ira de Deus caísse sobre o pecado. Pelo contrário, ao ser levantado na cruz, como um para-raios, Jesus atraiu o raio da inevitável ira de Deus contra o pecado sobre Si mesmo, ao levar os pecados de muitos pecadores sobre Si: “Mas ele foi traspassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. [...] Todavia, ao SENHOR agradou moê-lo, fazendo-o enfermar” (Is 53.5,10). Na cruz, Jesus sofreu a ira de Deus em toda a intensidade, experimentando o próprio inferno (Mt 27.46).

Graças a Jesus, o para-raios de Deus, você pode ter proteção contra o raio da ira de Deus. Você não precisa pagar nada por esse para-raios: ele é absolutamente de graça (Jo 3.16; Ef 2.8). Apenas confie nele como a única proteção disponível contra o raio da ira de Deus e você estará a salvo (Jo 3.18,36).
 

Teologia e Vida © Revolution Two Church theme by Brian Gardner
Converted into Blogger Template by Bloganol and modified by Filipe Melo