terça-feira, 31 de março de 2015

Peregrinos, vocês serão perseguidos!

Comente Aqui

“Se vós fôsseis do mundo, o mundo amaria o que era seu; como, todavia, não sois do mundo, pelo contrário, dele vos escolhi, por isso, o mundo vos odeia [...] Se me perseguiram a mim, também perseguirão a vós outros” (Jo 15.19,20). Jesus avisa os seus discípulos de que eles serão perseguidos, e a razão para essa perseguição é justamente o fato de eles serem peregrinos. Nós, cristãos, não somos deste mundo, por isso o mundo nos odeia e nos persegue.

A perseguição é uma realidade na vida dos cristãos desde o início da história da Igreja. Policarpo, bispo de Esmirna no século II, foi preso e levado ao estádio, onde havia feras. Uma carta da Igreja de Esmirna para outras Igrejas assim narra seu martírio: “O chefe da polícia insistia: ‘Jura, e eu te liberto. Amaldiçoa o Cristo!’. Policarpo respondeu: ‘Eu o sirvo há oitenta e seis anos, e ele não me fez nenhum mal. Como poderia blasfemar o meu rei que me salvou? [...] O procônsul disse: ‘Eu tenho feras, e te entregarei a elas, se não mudares de ideia’. Ele disse: ‘Pode chamá-las. Para nós, é impossível mudar de ideia, a fim de passar do melhor para o pior; mas é bom mudar, para passar do mal à justiça’. O procônsul insistiu: ‘Já que desprezas as feras, eu te farei queimar no fogo, se não mudares de ideia’. Policarpo respondeu-lhe: ‘Tu me ameaças com um fogo que queima por um momento, e pouco depois se apaga, porque ignoras o fogo do julgamento futuro e do suplício eterno, reservado aos ímpios. Mas por que tardar? Vai, e faze o que queres’”. Então, amarraram Policarpo para ser queimado e ele fez uma oração. “Quando ele ergueu o seu Amém e terminou sua oração, os homens da pira acenderam o fogo [...] O fogo fez uma espécie de abóbada, como vela de navio inflada pelo vento, e envolveu como parede o corpo do mártir [...] Por fim, vendo que o fogo não podia consumir o seu corpo, os ímpios ordenaram ao carrasco que fosse dar o golpe de misericórdia com o punhal. Feito isso, jorrou tanto sangue que apagou o fogo. Toda a multidão admirou-se de ver tão grande diferença entre os incrédulos e os eleitos”.

Peregrino, você está sofrendo perseguição na escola, no trabalho, entre parentes e amigos? Não se espante. Você será perseguido! Alegre-se pelo privilégio de ser perseguido como Jesus (At 5.41; 1Pe 4.12-14) e por fazer parte de uma longa linhagem de peregrinos perseguidos, dos quais o mundo não é digno (Hb 11.35-38), entre os quais está o próprio Policarpo.

Comentários

Nenhum comentário em "Peregrinos, vocês serão perseguidos!"

 

Teologia e Vida © Revolution Two Church theme by Brian Gardner
Converted into Blogger Template by Bloganol and modified by Filipe Melo