segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Exegese de Mateus 19.3-12: O motivo para o divórcio

Comente Aqui


Para ouvir um sermão nesse texto, clique aqui.

O tema desta passagem é que o divórcio só pode acontecer por um motivo.

Esse tema pode ser percebido comparando-se esta passagem de Mateus com a passagem paralela de Marcos 10.2-12. Na primeira parte da passagem de Mateus, é dito que os fariseus perguntaram a Jesus se era permitido ao homem se divorciar de sua mulher por “qualquer motivo” (Mt 19.3), mas Marcos omite a expressão “qualquer motivo” (Mc 10.2). Na segunda parte, Mateus acrescenta a exceção no v.9, que se constitui em um motivo para o divórcio (“não sendo por causa de prostituição”), mas Marcos não apresenta essa exceção (Mc 10.11). Finalmente, na terceira parte, Mateus menciona o espanto dos discípulos diante do motivo para o divórcio, quando eles dizem que “se motivo do homem com a mulher é assim, não é proveitoso casar” (Mt 19.10), enquanto Marcos não faz menção dessa afirmação dos discípulos. Isso mostra que a intenção de Mateus é apresentar o único motivo legítimo para o divórcio, enquanto a intenção de Marcos é mostrar apenas a indissolubilidade do casamento.

Exegese de Mateus 19.3-12

Comentários

Nenhum comentário em "Exegese de Mateus 19.3-12: O motivo para o divórcio"

 

Teologia e Vida © Revolution Two Church theme by Brian Gardner
Converted into Blogger Template by Bloganol and modified by Filipe Melo