segunda-feira, 30 de maio de 2011

Breve Catecismo de Westminster: Domingo 24

Comente Aqui



Pergunta 49: Qual é o segundo mandamento?

Resposta: O segunda mandamento é: “Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem embaixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque eu sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que me aborrecem e faço misericórdia até mil gerações daqueles que me amam e guardam os meus mandamentos”.1

Referências:

1 Ex 20.4-6.

Pergunta 50: O que o segundo mandamento exige?

Resposta: O segundo mandamento exige que recebamos, observemos e guardemos puros e intactos o culto e as ordenanças religiosas que Deus instituiu na sua Palavra.1

Referências:

1 “Tudo o que eu te ordeno observarás; nada lhe acrescentarás, nem diminuirás” (Dt 12.32); “ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até à consumação do século” (Mt 28.20); “disse-lhes: Aplicai o coração a todas as palavras que, hoje, testifico entre vós, para que ordeneis a vossos filhos que cuidem de cumprir todas as palavras desta lei” (Dt 32.46); “Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque são estes que o Pai procura para seus adoradores. Deus é espírito; e importa que os seus adoradores o adorem em espírito e em verdade” (Jo 4.23-24).

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Breve Catecismo de Westminster: Domingo 23

Comente Aqui



Pergunta 47: O que o primeiro mandamento proíbe?

Resposta: O primeiro mandamento proíbe negar,1 deixar de adorar ou glorificar ao verdadeiro Deus, como Deus,2 e nosso Deus,3 e dar a qualquer outro a adoração e a glória que só a ele são devidas.4

Referências:

1 “Diz o insensato no seu coração: Não há Deus. Corrompem-se e praticam abominação; já não há quem faça o bem” (Sl 14.1).

2 “Porque os atributos invisíveis de Deus, assim o seu eterno poder, como também a sua própria divindade, claramente se reconhecem, desde o princípio do mundo, sendo percebidos por meio das coisas que foram criadas. Tais homens são, por isso, indesculpáveis; porquanto, tendo conhecimento de Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças; antes, se tornaram nulos em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato” (Rm 1.20-21).

3 “Mas o meu povo não me quis escutar a voz, e Israel não me atendeu” (Sl 81.11).

4 “pois eles mudaram a verdade de Deus em mentira, adorando e servindo a criatura em lugar do Criador, o qual é bendito eternamente. Amém!” (Rm 1.25).

Pergunta 48: O que nos é ensinado, especialmente, pelas palavras “diante de mim”, no primeiro mandamento?

Resposta: As palavras, “diante de mim”, no primeiro mandamento, nos ensinam que Deus, que vê todas as coisas, toma conhecimento e muito se ofende do pecado de ter-se em seu lugar outro deus.1

Referências:

1 “Ao mestre de canto. Salmo de Davi SENHOR, tu me sondas e me conheces. Sabes quando me assento e quando me levanto; de longe penetras os meus pensamentos. Esquadrinhas o meu andar e o meu deitar e conheces todos os meus caminhos” (Sl 139.1-3); “Porém, se o teu coração se desviar, e não quiseres dar ouvidos, e fores seduzido, e te inclinares a outros deuses, e os servires, então, hoje, te declaro que, certamente, perecerás; não permanecerás longo tempo na terra à qual vais, passando o Jordão, para a possuíres” (Dt 30.17-18).

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Breve Catecismo de Westminster: Domingo 22

Comente Aqui



Pergunta 45: Qual é o primeiro mandamento?

Resposta: O primeiro mandamento é: “Não terás outros deuses diante de mim”.1

Referências:

1 Ex 20.3.

Pergunta 46: O que o primeiro mandamento exige?

Resposta: O primeiro mandamento exige de nós conhecer e reconhecer a Deus como único Deus verdadeiro e nosso Deus,1 e como tal adorá-lo.2

Referências:

1 “Tu, meu filho Salomão, conhece o Deus de teu pai e serve-o de coração íntegro e alma voluntária; porque o SENHOR esquadrinha todos os corações e penetra todos os desígnios do pensamento. Se o buscares, ele deixará achar-se por ti; se o deixares, ele te rejeitará para sempre” (1Cr 28.9); “Ao entrares na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá por herança, ao possuí-la e nela habitares” (Dt 26.1).

2 “Vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do SENHOR, que nos criou. Ele é o nosso Deus, e nós, povo do seu pasto e ovelhas de sua mão. Hoje, se ouvirdes a sua voz” (Sl 95.6-7); “Tributai ao SENHOR a glória devida ao seu nome, adorai o SENHOR na beleza da santidade” (Sl 29.2).

segunda-feira, 9 de maio de 2011

Breve Catecismo de Westminster: Domingo 21

1 Comentário



Pergunta 43: Qual é o prefácio dos dez mandamentos?

Resposta: O prefácio dos dez mandamentos é: “Eu sou o SENHOR teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão”.1

Referências:

1 Ex 20.2.

Pergunta 44: O que nos ensina o prefácio dos dez mandamentos?

Resposta: O prefácio dos dez mandamentos ensina-nos que nós temos a obrigação de guardar todos os mandamentos de Deus, por ser ele o Senhor nosso Deus e nosso Redentor.1

Referências:

1 “Amarás, pois, o SENHOR, teu Deus, e todos os dias guardarás os seus preceitos, os seus estatutos, os seus juízos e os seus mandamentos” (Dt 11.1); “pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo. Ora, se invocais como Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo as obras de cada um, portai-vos com temor durante o tempo da vossa peregrinação, sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo” (1Pe 1.15-19).

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Breve Catecismo de Westminster: Domingo 20

Comente Aqui



Pergunta 41: Onde está a lei moral resumidamente compreendida?

Resposta: A lei moral está resumidamente compreendida nos dez mandamentos.1

Referências:

1 “Então, escreveu o SENHOR nas tábuas, segundo a primeira escritura, os dez mandamentos que ele vos falara no dia da congregação, no monte, no meio do fogo; e o SENHOR mas deu a mim” (Dt 10.4); “Respondeu-lhe Jesus: Por que me perguntas acerca do que é bom? Bom só existe um. Se queres, porém, entrar na vida, guarda os mandamentos. E ele lhe perguntou: Quais? Respondeu Jesus: Não matarás, não adulterarás, não furtarás, não dirás falso testemunho; honra a teu pai e a tua mãe e amarás o teu próximo como a ti mesmo” (Mt 19.17-19).

Pergunta 42: Em que se resumem os dez mandamentos?

Resposta: Os dez mandamentos se resumem em amar ao Senhor nosso Deus de todo o nosso coração, de toda a nossa alma, de todas as nossas forças e de todo o nosso entendimento; e ao nosso próximo como a nós mesmos.1

Referências:

1 “Respondeu-lhe Jesus: Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os Profetas” (Mt 22.37-40).
 

Teologia e Vida © Revolution Two Church theme by Brian Gardner
Converted into Blogger Template by Bloganol and modified by Filipe Melo