quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Deus Conosco

1 Comentário

"Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de Emanuel (que quer dizer: Deus conosco)" (Mt 1:23)

Jesus é Deus conosco. É a Palavra eterna que tudo criou e, fazendo-se carne, habitou entre nós, cheio de graça e verdade (Jo 1:14). É Aquele que prometeu estar conosco até o fim, por meio do Seu Espírito (Mt 28:20). Ele é também aquele que garantiu que virá novamente, a fim de reunir Seu povo e estar para sempre conosco (1 Ts 4:17).

Jesus é Deus conosco em meio ao sofrimento. Nosso Senhor nunca nos prometeu uma vida livre de sofrimentos e angústias, pelo contrário, Ele nos assegurou que teríamos aflições neste mundo (Jo 16:33). A porta é estreita; o caminho, apertado. O apóstolo Paulo nos informa que "todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos" (2 Tm 3:12). Jesus chega a dizer que, por causa do Seu nome, todos nos odiariam (Mt 10:22). Contudo, mesmo em meio ao sofrimento, nosso Senhor não nos desampara. Ele é "homem de dores e que sabe o que é padecer" (Is 53:3). Ele entende o sofrimento e está conosco nos piores momentos. Como bradam as Escrituras: "Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?" (Rm 8:35).

Jesus é Deus conosco em meio à depressão. O salmista disse certa vez: "Sinto abatida dentro de mim a minha alma" (Sl 42:6). Ele chegou ao ponto de dizer: "As minhas lágrimas têm sido o meu alimento dia e noite" (Sl 42:3). Que grande tristeza e depressão ele estava sentindo! Todos, mesmo cristãos, estão sujeitos a passar por momentos assim, onde parece que a vida perde o brilho, o ânimo vai embora, o sorriso desaparece. Mesmo nesses momentos, Jesus está sempre conosco. O próprio Senhor, em um momento crítico de sua vida, chegou a dizer: "A minha alma está profundamente triste até à morte" (Mc 14:34). Ele sabe o que é tristeza. Entende as decepções, frustrações, feridas, conhece as profundezas dos coração do ser humano. Mas, graças a Deus, Ele está disposto a vir ao nosso encontro e nos saciar com alegria verdadeira e duradoura, como Ele mesmo prometeu aos seus discípulos: "outra vez vos verei; o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém poderá tirar" (Jo 16:22).

Jesus é Deus conosco em meio às tentações. Todos nós, mesmo nascidos de novo, sofremos tentações diariamente. Ainda há nos cristãos uma natureza pecaminosa que os incita para o pecado (Gl 5:17), contra a qual temos que lutar no poder do Espírito, pela Sua Palavra. Aqueles que tem andado com Jesus sabem que há algumas tentações que são terríveis, muito pesadas, a ponto de parecer que não há como escapar. Mas, novamente, Jesus está conosco nesses momentos, mesmo naquelas horas em que o peso da tentação nos oprime, onde parece que o nosso entendimento está escurecido e nossos sentidos seduzidos, ao ponto de nem conseguirmos raciocinar direito. Aquele que em tudo foi tentado, porém sem pecar, está ao nosso lado, compadecendo-se de nossas fraquezas e pronto para nos socorrer (Hb 4:15). No momento da tentação, podemos nos lembrar da presença real e constante do Salvador ao nosso lado e encontrar no Seu amor forças para fugir do pecado.

Jesus é Deus conosco mesmo quando caímos. O apóstolo Tiago asseverou que "todos tropeçamos em muitas coisas" (Tg 3:2). Se alguém diz não pecar é um mentiroso, que engana a si mesmo (1 Jo 1:8). Mesmo os cristãos, embora tenham um estilo de vida de santidade, estão sujeitos a cair em pecados graves. Contudo, ainda nesses momentos, Jesus não desampara Seus queridos. Não podemos imaginar que o nosso Amado Salvador nos deixaria sozinhos a cada tombo que levássemos. Não é assim o bendito Salvador de nossas almas. O amor com que Ele nos ama é perfeito e imutável; Sua graça é doce e poderosa; e Sua justiça é plenamente capaz de nos purificar de toda injustiça (1 Jo 1:9). Ele é nosso Advogado junto ao Pai e Seu argumento é o Seu próprio sangue, vertido na cruz por todos os nossos pecados. Que ninguém me entenda mal: não estou dizendo que Jesus é cúmplice de nossos pecados ou que temos uma desculpa para pecar. O que estou dizendo é que Ele não nos despreza quando caímos, mas vem ao nosso encontro e nos levanta, nos conduzindo ao arrependimento e transformando o nosso caráter, nos fortalecendo para que não mais caiamos. Ele é tão amável e poderoso! Podemos confiar no Seu amor que nos perdoa e nos levantarmos no Seu poder santificador!

Jesus é Deus conosco em todo tempo, em qualquer situação. Poderíamos enumerar diversas outras situações, tantas quantas passamos dia após dia. Mas em todas elas o Senhor está conosco. Aquele que morreu na cruz por nossos pecados é o mesmo que ressuscitou e está conosco para sempre. Se entregamos nossos corações a Ele, Sua presença nunca nos deixará, Sua companhia será constante em nossos dias. Ele nunca rejeita você, crente! Nunca o abandona, não importa o que aconteça, independente de como está o seu coração. Que o Espírito Santo o console com essa verdade e o leve a apreciar a grande misericórdia de nosso Senhor Jesus Cristo, para Sua glória.

De seu irmão, que foi grandemente consolado com essas verdades,
Davi.

Comentários

1 comentário em "Deus Conosco"

Vinícius Pimentel disse...
8 de outubro de 2010 15:55

Como eu estava precisando ser lembrado dessas coisas... Como sou indigno do Amigo que está ao meu lado! Como sou indigno do Advogado que por mim pleiteia! Como sou indigno do Cordeiro imolado por mim!

Obrigado por esse texto consolador!

Em Cristo,
Vinícius

 

Teologia e Vida © Revolution Two Church theme by Brian Gardner
Converted into Blogger Template by Bloganol and modified by Filipe Melo