segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Breve comentário sobre 1 Timóteo 2.4

9 comentários

"...o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade" (1Tm 2.4).

Muitos utilizam este texto como prova de que Deus deseja a salvação de todos sem exceção. Mas se observarmos o contexto da passagem veremos que não era isso que Paulo pretendia dizer:

"Antes de tudo, pois, exorto que se use a prática de súplicas, orações, intercessões, ações de graças, em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade, para que vivamos vida tranqüila e mansa, com toda piedade e respeito. Isto é bom e aceitável diante de Deus, nosso Salvador, o qual deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao pleno conhecimento da verdade" (1Tm 2.1-4).

Paulo exorta Timóteo a orar por "todos os homens" no verso 1. E no verso 4 diz que Deus deseja a salvação de "todos os homens". Ora, ambas as expressões estão no mesmo contexto e devem ter necessariamente o mesmo significado. Se no verso 4 o significado é que Deus deseja que todos os homens sem exceção sejam salvos, todos do passado, do presente e do futuro, então no verso 1 Paulo deve ter pretendido o mesmo significado. Porém, como Timóteo poderia cumprir esse dever? Orar por todos os homens sem exceção não só é impossível, como também é antibíblico, pois não podemos orar pelos mortos.

Mas, então, qual é o significado de "todos os homens" no texto? Paulo mesmo explica: "em favor de todos os homens, em favor dos reis e de todos os que se acham investidos de autoridade" (vs.1-2). "Todos os homens" significa todos os tipos de homens, neste caso, especialmente os governantes. Isso está em harmonia com o restante da Bíblia, que afirma que pessoas de todos os povos, tribos, línguas, nações (Ap 7.9), classes sociais e sexos (Gl 3.28; Cl 3.11) serão salvas. Mas Deus não deseja a salvação de todos os homens sem exceção, assim como Timóteo não poderia orar por todos os homens sem exceção.

André Aloísio
11 de outubro de 2010
Campinas, SP

Comentários

9 comentários em "Breve comentário sobre 1 Timóteo 2.4"

Rodolfo disse...
19 de outubro de 2010 16:03

Paz!

... Deus não deseja a salvação de todos?

"Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego. Romanos 1:16 "

posso concordar com o fato de nem todos crerem, e nem todos de fato serão salvos, mas, dizer que Deus não deseja a salvação de todos?

E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. 2 Coríntios 5:15

Porque todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus. Gálatas 3:26

pelo jeito qualquer q crer genuinamente será salvo!

"Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Efésios 2:8"

"Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé sem as obras da lei. Romanos 3:28 "

Rodolfo Coelho

André Aloísio disse...
19 de outubro de 2010 16:08

Olá Rodolfo, graça e paz!

Nenhuma das passagens citadas por você afirma que Deus deseja a salvação de todos. Apenas se afirma que todos os que crêem serão salvos. Como a fé é um dom de Deus (Ef 2.8-9; Fp 1.29) e nem todos crêem (2Ts 3.2), ainda permanece o fato de que Deus não deseja a salvação de todos.

Abraços,

André Aloísio
O principal dos pecadores (1Tm 1.15)

Samuel disse...
31 de agosto de 2012 13:09

Lamentável!

E então? Tentaremos colocar um outro sentido no texto do que já tem? Penso que não. Precisa-se, para a maioria de vocês, conhecer o método comum com qual os nossos amigos Calvinistas mais velhos lidaram com esse texto. ‘Todos os homens,’ dizem eles, -- ‘quer dizer, alguns homens’: como se o Espírito Santo não poderia ter falado ‘alguns homens’ se quisesse falar alguns homens. ‘Todos os homens,’ dizem eles; ‘quer dizer, alguns de todos os tipos de homens’: como se o Senhor não poderia ter falado ‘Todo tipo de homem’ se quisesse falar isto. O Espírito Santo através do apóstolo escreveu ‘todos os homens,’ e sem dúvida quer dizer todos os homens. Estava lendo agora mesmo uma exposição de um doutor muito apto o qual explica o texto de tal forma que muda o sentido; ele aplica dinamite gramatical no texto, e explode o texto expondo-o … O meu amor pela consistência com as minhas próprias doutrinas não é de tal tamanho para me autorizar a alterar conscientemente um só texto da Escritura. Respeito grandemente a ortodoxia, mas a minha reverência para a inspiração é bem maior. Prefiro aparecer cem vezes ser inconsistente comigo mesmo do que ser inconsistente com a palavra de Deus (C.H. Spurgeon, Metropolitan Tabernacle Pulpit, 1 Timothy 2:3,4, vol. 26, pp. 49-52).

Hélio Bandeira disse...
18 de janeiro de 2013 19:38

Deus deseja que todos sejam salvos, mas o homem tem o livre arbítrio de quere-la ou não.

Hélio Bandeira disse...
18 de janeiro de 2013 19:43

Este comentário foi removido pelo autor.
Fabrício Mendes da Costa disse...
3 de novembro de 2014 23:36

Paz do Senhor,
amado irmão em Cristo, se aceitarmos a sua posição veremos que Deus é frustrado, pois Ele quer salvar todos os homens(reis e autoridades), mas não é isso que ocorre, como acreditamos na Soberania Divina, no meu ver, essa não é uma explicação aceitável.

Diante disso, peço humildemente uma explicação.

Fabrício Mendes da Costa disse...
3 de novembro de 2014 23:37

Este comentário foi removido pelo autor.
André Aloísio disse...
19 de dezembro de 2014 10:27

Samuel, de fato há alguns que tem essa interpretação de Spurgeon. Porém, muitos também são os que interpretam essa passagem como eu, interpretação que me parece se harmonizar melhor com o contexto da passagem e com doutrinas bíblicas como da soberania e da vontade de Deus.

Hélio, a passagem não fala absolutamente nada sobre livre-arbítrio.

Fabrício, minha posição não é que Deus quer salvar a todos os homens indistintamente, nem que Ele deseja salvar a todos os reis e autoridades, mas que Deus deseja salvar todos os tipos de homens, como reis e autoridades. Esse desejo de Deus é cumprido, pois, de fato, os eleitos são de todos os tipos (Ap 5.9,10; 7.9,10).

Felipe Costa disse...
17 de maio de 2016 14:28

Concordo com sua interpretação meu irmão. Se Deus quando fala não volta mais atrás do que já falou, pois se Ele fala que todos os homens serão salvos, porque não são todos salvos?
Deus manifesta a Sua glória na salvação dos seus eleitos e na condenação dos perdidos.

Se o homem tem o direito de escolher ou não, claro que ele não vai escolher Deus. Ninguém busca a Deus(Romanos 3:10).

Deus te abençoe meu irmão!

 

Teologia e Vida © Revolution Two Church theme by Brian Gardner
Converted into Blogger Template by Bloganol and modified by Filipe Melo