terça-feira, 11 de agosto de 2009

Crente perde a salvação?

17 comentários

Graça e paz, irmãos!

Recentemente, participando de uma reunião de estudo bíblico, fiquei extremamente decepcionado e chateado ao ver como muitos cristãos tem uma visão tão rasa a respeito da cruz do Senhor Jesus Cristo e de Sua graça salvadora. Imaginavam fortemente que um salvo poderia perder sua salvação, e alguns chegaram ao cúmulo de dar a entender uma manutenção da salvação por meio de obras, falando que Deus, naquele grande dia, olhará para a nossa conduta de vida para decidir nosso futuro eterno, e não para o sangue de Cristo que nos cobre e justifica.

Gostaria de tecer alguns comentários rápidos sobre isso. Não pretendo ser exaustivo, há várias literaturas interessantes que posso sugerir a quem quiser e que são bem completas, mas quero apenas dar algumas pitadas para atiçar seu apetite espiritual.

Permitam-me dizer, com base na suprema autoridade das Escrituras, que um homem verdadeiramente salvo por Jesus Cristo não pode perder sua salvação. Essa idéia não é de Agostinho, Calvino, Spurgeon, ou qualquer outro: é uma doutrina verdadeiramente bíblica e defendida amplamente por Jesus e pelos apóstolos.

A obra de Jesus em favor de Seu povo garante que não perdemos a salvação

"Nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção." (Hb 9:12)

"Por isso, também pode salvar totalmente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles." (Hb 7:25)

"E a vontade daquele que me enviou é esta: que eu não perca nenhum de todos os que me deu, mas que eu o ressuscite no último dia." (Jo 6:39)

"As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Dou-lhes a vida eterna, nunca perecerão, e ninguém as arrebatará de minha mão" (Jo 10:28)

"Todas as coisas cooperam juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o Seu propósito. Porque aos que de antemão conheceu, a estes também predestinou para serem conformes a imagem de Seu Filho, a fim de que Ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a estes também chamou; e aos que chamou, a estes também justificou; e aos que justificou, a estes também glorificou." (Rm 8:28-30) (pasmem, pasmem, é "glorificou", e não "glorificará"!)

O caráter e atributos de Deus garantem que não perdemos a salvação

"Estou plenamente convencido de que Aquele que em vós começou a boa obra vai completá-la até ao dia de Cristo Jesus" (Fp 1:6)

"E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é o que vos chama, o qual também o fará." (1 Ts 5:23,24)

"Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória" (Jd 24)

"Quem nos separará do amor de Cristo?" (Rm 8:35)

"Os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis" (Rm 11:29)

O crente é regenerado e por isso nunca cairá definitivamente, mas viverá em santificação

"Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé. Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?" (1 Jo 5:4,5)

"Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus." (1 Jo 3:9)

"Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne. Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis." (Ez 36:26,27)

"Farei com eles aliança eterna, segundo a qual não deixarei de lhes fazer o bem; e porei o meu temor no seu coração, para que nunca se apartem de mim." (Jr 32:40)

Conclusão

Irmãos, não quis falar tanto com minhas próprias palavras: citei alguns textos das Escrituras que falam por si só. Sinceramente, poderia citar muitos outros textos e escrever páginas e mais páginas defendendo essa verdade, porque a Bíblia fala muito disso. Poderia expôr outras verdades preciosas como a expiação, justificação, eleição, predestinação, selo do Espírito, união com Cristo, etc, e todas elas nos remeteriam à mesma conclusão: o salvo não perde sua salvação, antes, ele sempre persevera até o fim, mantendo sua fé em Jesus e vivendo uma vida de santificação, pelo poder do Espírito.

Gostaria de convidar vocês a pensarem sobre esse assunto. Não é saudável nos esquivarmos de assuntos que nos parecem complicados, mas que são coisas de que a Bíblia fala muito. Pensem nisso tudo, estudem a Bíblia e procurem compreender realmente o ensino bíblico sobre essa questão. É o meu desejo ardente e minha oração que todos vocês possam se alegrar em Jesus Cristo verdadeiramente, compreendendo um pouco mais de Sua graça e amor e sendo testemunhas de que Jesus realmente é o Perfeito Salvador, que nos salva completamente, inteiramente pelo Seu poder e Seus méritos, e não por nada que há em nós. É graça do começo ao fim.

Que Deus lhe conceda plena convicção de sua salvação. E pode ter certeza de que, se você nasceu de novo, isso não fará você se tornar relaxado em sua vida espiritual, pelo contrário: lhe trará medidas cada vez maiores de alegria nEle, pois você não estará obedecendo movido por temor de perder sua salvação, e sim por gratidão e pelo Espírito Santo que habita em você e o impulsiona eficazmente a viver uma vida centrada em Cristo e para Sua glória.

Estou sempre à disposição para conversar com vocês!

Que Deus os abençoe tremendamente!

nEle, o único e suficiente Salvador,
Davi.
 

Teologia e Vida © Revolution Two Church theme by Brian Gardner
Converted into Blogger Template by Bloganol and modified by Filipe Melo