terça-feira, 11 de agosto de 2009

Crente perde a salvação?

17 comentários

Graça e paz, irmãos!

Recentemente, participando de uma reunião de estudo bíblico, fiquei extremamente decepcionado e chateado ao ver como muitos cristãos tem uma visão tão rasa a respeito da cruz do Senhor Jesus Cristo e de Sua graça salvadora. Imaginavam fortemente que um salvo poderia perder sua salvação, e alguns chegaram ao cúmulo de dar a entender uma manutenção da salvação por meio de obras, falando que Deus, naquele grande dia, olhará para a nossa conduta de vida para decidir nosso futuro eterno, e não para o sangue de Cristo que nos cobre e justifica.

Gostaria de tecer alguns comentários rápidos sobre isso. Não pretendo ser exaustivo, há várias literaturas interessantes que posso sugerir a quem quiser e que são bem completas, mas quero apenas dar algumas pitadas para atiçar seu apetite espiritual.

Permitam-me dizer, com base na suprema autoridade das Escrituras, que um homem verdadeiramente salvo por Jesus Cristo não pode perder sua salvação. Essa idéia não é de Agostinho, Calvino, Spurgeon, ou qualquer outro: é uma doutrina verdadeiramente bíblica e defendida amplamente por Jesus e pelos apóstolos.

A obra de Jesus em favor de Seu povo garante que não perdemos a salvação

"Nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção." (Hb 9:12)

"Por isso, também pode salvar totalmente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles." (Hb 7:25)

"E a vontade daquele que me enviou é esta: que eu não perca nenhum de todos os que me deu, mas que eu o ressuscite no último dia." (Jo 6:39)

"As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Dou-lhes a vida eterna, nunca perecerão, e ninguém as arrebatará de minha mão" (Jo 10:28)

"Todas as coisas cooperam juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o Seu propósito. Porque aos que de antemão conheceu, a estes também predestinou para serem conformes a imagem de Seu Filho, a fim de que Ele seja o primogênito entre muitos irmãos. E aos que predestinou, a estes também chamou; e aos que chamou, a estes também justificou; e aos que justificou, a estes também glorificou." (Rm 8:28-30) (pasmem, pasmem, é "glorificou", e não "glorificará"!)

O caráter e atributos de Deus garantem que não perdemos a salvação

"Estou plenamente convencido de que Aquele que em vós começou a boa obra vai completá-la até ao dia de Cristo Jesus" (Fp 1:6)

"E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo. Fiel é o que vos chama, o qual também o fará." (1 Ts 5:23,24)

"Ora, àquele que é poderoso para vos guardar de tropeçar, e apresentar-vos irrepreensíveis, com alegria, perante a sua glória" (Jd 24)

"Quem nos separará do amor de Cristo?" (Rm 8:35)

"Os dons e a vocação de Deus são irrevogáveis" (Rm 11:29)

O crente é regenerado e por isso nunca cairá definitivamente, mas viverá em santificação

"Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé. Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?" (1 Jo 5:4,5)

"Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática de pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus." (1 Jo 3:9)

"Dar-vos-ei coração novo e porei dentro de vós espírito novo; tirarei de vós o coração de pedra e vos darei coração de carne. Porei dentro de vós o meu Espírito e farei que andeis nos meus estatutos, guardeis os meus juízos e os observeis." (Ez 36:26,27)

"Farei com eles aliança eterna, segundo a qual não deixarei de lhes fazer o bem; e porei o meu temor no seu coração, para que nunca se apartem de mim." (Jr 32:40)

Conclusão

Irmãos, não quis falar tanto com minhas próprias palavras: citei alguns textos das Escrituras que falam por si só. Sinceramente, poderia citar muitos outros textos e escrever páginas e mais páginas defendendo essa verdade, porque a Bíblia fala muito disso. Poderia expôr outras verdades preciosas como a expiação, justificação, eleição, predestinação, selo do Espírito, união com Cristo, etc, e todas elas nos remeteriam à mesma conclusão: o salvo não perde sua salvação, antes, ele sempre persevera até o fim, mantendo sua fé em Jesus e vivendo uma vida de santificação, pelo poder do Espírito.

Gostaria de convidar vocês a pensarem sobre esse assunto. Não é saudável nos esquivarmos de assuntos que nos parecem complicados, mas que são coisas de que a Bíblia fala muito. Pensem nisso tudo, estudem a Bíblia e procurem compreender realmente o ensino bíblico sobre essa questão. É o meu desejo ardente e minha oração que todos vocês possam se alegrar em Jesus Cristo verdadeiramente, compreendendo um pouco mais de Sua graça e amor e sendo testemunhas de que Jesus realmente é o Perfeito Salvador, que nos salva completamente, inteiramente pelo Seu poder e Seus méritos, e não por nada que há em nós. É graça do começo ao fim.

Que Deus lhe conceda plena convicção de sua salvação. E pode ter certeza de que, se você nasceu de novo, isso não fará você se tornar relaxado em sua vida espiritual, pelo contrário: lhe trará medidas cada vez maiores de alegria nEle, pois você não estará obedecendo movido por temor de perder sua salvação, e sim por gratidão e pelo Espírito Santo que habita em você e o impulsiona eficazmente a viver uma vida centrada em Cristo e para Sua glória.

Estou sempre à disposição para conversar com vocês!

Que Deus os abençoe tremendamente!

nEle, o único e suficiente Salvador,
Davi.

Comentários

17 comentários em "Crente perde a salvação?"

MINISTÉRIO BATISTA BERÉIA disse...
12 de agosto de 2009 14:02

Quando se ensina que o crente perde a salvação, dá a impressão de que a obra redentora de Cristo na cruz foi em vão. Se hoje eu estou de pé é porque o Senhor me sustém, do contrário eu já estaria perdido a muito tempo. Uma vez salvo, salvo para sempre, principalmente porque Ele me predestinou para receber a Sua salvação.
Fique na Paz!
Pr Silas

Celso Klein disse...
12 de agosto de 2009 23:30

A Paz do Senhor!!!

Olha amado irmão, eu acredito que a salvação se perde sim, senão não estaria escrito em Apocalipse 2:10 "10 Não temas o que hás de padecer. Eis que o Diabo está para lançar alguns de vós na prisão, para que sejais provados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê [fiel] até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida".

E não teria uma lista dos que irão ficar do lado de fora no Dia da Redenção Apocalipse 21:8 "8 Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os [mentirosos], a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte".
Em I Corintios 6:9 e 10 "9 Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas,
10 nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbedos, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.

Dentro das igrejas ainda existem muitas pessoas que aceitaram a Jesus e que não deixaram essas práticas ainda, usam de engano, e ainda em Mateus 12:31 "31 Portanto vos digo: Todo [pecado] e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito não será perdoada.

A Salvação se não for preservada pela pessoa procurando a santificação dia a dia, se ela morrer sem ter pedido perdão para Deus, ela prova a segunda morte sim.

Temos que ser Fiel até a morte, para sermos salvos...E outra, a palavra de Deus diz que a porta é estreita, porfiai por entrar por ela...A vida com Cristo não é um eterno sofrimento, quando as obras, tem que se entender, que as obras serão provadas no fogo para ver se permanecem para receber o galardão que será depositado aos pés do Senhor Jesus, mas a salvação por obras, na minha opinião não existe, senão vamos ver muitos kardecistas por lá.

Jesus é o meu Único e Suficiente Salvador, mas se eu me casar com uma mulher separada porque seu casamento se desgastou e por aí a fora, e se seu marido ainda estiver vivo, estou cometendo adultério, e os adúlteros não hedam o Reino dos Céus, se eu estiver em furnicação e "bater o pé na cerca" também não herdo o Reino dos Céus, e se eu vivo maritalmente "estou em furnicação", também não herdo o Reino dos Céus, posso ter aceitado a Jesus como Salvador, e se ainda não colocar a vida em ordem e estiver ainda praticando tais coisas, não estarei salvo...E se já sou um salvo, passar para essas práticas, perderei a Salvação.

Jorge Fernandes disse...
14 de agosto de 2009 21:04

Davi,
a questão é de soberania de Deus. O homem não quer saber de estar completamente em Suas mãos, e, ainda que seja um salvo (porque a salvação não depende de nós, mas de Deus) relutará, pela sua natureza pecaminosa, a aceitar a total e inevitável soberania divina.
A questão é de perspectiva, de pressupostos. Veja o caso do irmão Celso, ele pegou alguns versículos que entende falarem de perseverança do crente quando são afirmações da autoridade de Deus, ou seja, Deus está revelando quais as condições para o salvo e para o condenado, mas isso prova alguma coisa quanto à perseverança? Não. Mostra-nos somente a distancia que estamos de cumprir cada um dos Seus mandamentos, de realizar a Sua vontade, por isso Ele derramou a Sua graça e misericórdia sobre nós, para que fóssemos salvos; do contrário, a condenação seria certa. Mas o Celso viu "esforço humano" onde não há esforço algum. Ele se baseou numa defesa de que o crente tem de ser 100% obediente à Bíblia para ser salvo; porém, a mesma Bíblia afirma que somente Cristo foi 100% obediente a Deus. Mais ninguém.
Voltando à perspectiva, acontece que a rebeldia inerente ao coração do homem o fará não aceitar o inevitável: de que Deus é soberano em tudo! Se Ele não for soberano em tudo, não é Deus (Essa história de que Deus abriu mão de parte de sua soberania em favor do homem é o maior embuste. Por qual motivo Deus deixaria de ser Deus? Tiago afirma que Deus é imutável). E isso vale dizer que Deus é soberano tanto na salvação do homem quanto na sua preservação, quer o salvo aceite ou não.
Creio que o Senhor manterá muitos eleitos na ignorância (quanto à Sua soberania), exatamente para mostrar que a eleição e a salvação são completamente dEle; revelando-nos a Sua graça e misericórdia infinitas, ao salvar ímpios e tolos como nós.
E a Ele devemos nos curvar, reconhecendo a nossa miséria e pecaminosidade diante da Sua santidade. Por que mesmo sendo indignos, ainda assim, Cristo morreu para nos dar vida, o Justo pelos injustos, e fazer dos eleitos o Seu povo santo.
Cristo o abençoe!
Abraços.

Georges disse...
15 de agosto de 2009 16:22

Não sou teólogo, mas creio que o "ser fiel até a morte" refere-se a um determinado grupo que deverá passar pela tribulação - alguns estudiosos defendem que esta passagem diz respeito à igreja primitiva, e a coroa da vida é um galardão, e não a salvação em si. Também creio que uma vez salvo, salvo para sempre. "O que vem a mim de maneira alguma lançarei fora". Um abraço a todos.
Georges (http://doa-a-quem-doer.blogspot.com/)

Anônimo disse...
26 de agosto de 2009 10:18

amados irmãos não vs deixes iludir pelas facilidades com que alguns pregadores tentam mostrar um evangelho sem compromisso com a verdade. e esta é aquele que permanecer até o fim será salvo;
portanto amados se você não permanecer firme até o fim você não terá a salvação, mesmo porque assim seria facil o homem aceitarias ao sr. jesus e depois poderia continuar a fazer tudo o que não presta e mesmo assim alcansar a salvação,lembre-se sem santificaçãoninguem verá deus. que o amor de deus ilumine os vossos corações.

André Aloísio disse...
26 de agosto de 2009 21:17

Olá Celso Klein, a paz do Senhor!

Não sou o autor do artigo, mas tomei a liberdade de te responder.

Você citou algumas passagens para provar que o crente perde a salvação, no entanto, nenhuma delas prova isso. Vejamos:

Apocalipse 2.10: Jesus fala aos crentes que sejam fiéis até a morte, e receberão a coroa da vida. Ele não disse que esses crentes podem perder a salvação, nem que um verdadeiro crente não será fiel até a morte. Não deduza de um texto mais do que ele diz.

Apocalipse 21.8: Esse texto apenas cita os tipos de pecadores que irão ao inferno. Não diz que um crente pode perder a salvação.

I Coríntios 6.9-10: Assim como o texto acima, esse texto apenas cita os tipos de pecadores que não terão parte no Reino de Deus.

Mateus 12.31: Aqui Jesus apenas mostra como a blasfêmia contra o Espírito Santo é um pecado imperdoável, mas não há nenhuma indicação no texto de que um crente pode cometer esse pecado. Na verdade, se considerarmos que em I João 1.9 e 2.1 o apóstolo João diz que se confessarmos os nossos pecados seremos perdoados, podemos concluir que o crente não pode cometer o pecado imperdoável.

Você também fez algumas afirmações em todo seu comentário, que eu gostaria de comentar:

"Dentro das igrejas ainda existem muitas pessoas que aceitaram a Jesus e que não deixaram essas práticas ainda, usam de engano"

Não, meu irmão, você está enganado. Se alguém realmente recebeu Jesus como Salvador e Senhor ele não pode continuar nos antigos pecados: "Todo aquele que é nascido de Deus não vive na prática do pecado; pois o que permanece nele é a divina semente; ora, esse não pode viver pecando, porque é nascido de Deus" (I Jo.3.9). Essas pessoas que estão na igreja visível, mas que continuam vivendo no pecado, nunca se converteram realmente, e Jesus lhes dirá: "Nunca vos conheci. Apartai-vos de mim os que praticais a iniquidade" (Mt.7.23). Ele dirá que nunca as conheceu, não que já as conheceu, mas que não as conhece mais.

"A Salvação se não for preservada pela pessoa procurando a santificação dia a dia, se ela morrer sem ter pedido perdão para Deus, ela prova a segunda morte sim."

A questão é que o crente se santifica, e quem não se santifica não é crente. Se um crente morrer sem ter pedido perdão a Deus ele irá para o céu, porque a salvação dele não está alicerçada em sua confissão, mas na obra de Cristo em favor dele (Rm.3.24; Ef.2.8-9).

"Temos que ser Fiel até a morte, para sermos salvos..."

Nós já fomos salvos da culpa do pecado na justificação, estamos sendo salvos do poder do pecado na santificação e seremos salvos da presença do pecado na glorificação. O cristão deve ser fiel até a morte para participar da glorificação, no entanto, como é Deus quem opera nele tanto o querer quanto o realizar (Fp.2.13), e como a obra que Ele começou Ele certamente completará (Fp.1.6), o cristão certamente será fiel até a morte.

"mas a salvação por obras, na minha opinião não existe"

Se você acreditar que o crente pode perder a salvação, a consequência lógica será que a salvação é pelas obras. Pois se eu tenho que manter minha salvação pela minha conduta pessoal, a salvação depende do que eu faço, e não daquilo que Deus já fez por mim em Cristo de uma vez por todas.

No último parágrafo você cita várias situações nas quais você pode perder a salvação. Para entender melhor todo esse assunto, sugiro a leitura dos seguintes textos:

Certeza da Salvação: http://teologia-vida.blogspot.com/2008/06/certeza-da-salvao.html

Passagens Distorcidas em Favor da Perda da Salvação (Parte 1): http://teologia-vida.blogspot.com/2008/07/passagens-distorcidas-em-favor-da-perda.html

Passagens Distorcidas em Favor da Perda da Salvação (Parte 2): http://teologia-vida.blogspot.com/2008/07/passagens-distorcidas-em-favor-da-perda_25.html

Espero ter ajudado. Que Deus te abençoe!

Abraços,

André Aloísio
O principal dos pecadores (I Tm.1.15)

André Aloísio disse...
26 de agosto de 2009 21:19

Anônimo,

Me parece que você não leu com atenção o último tópico do e-mail do Davi: "O crente é regenerado e por isso nunca cairá definitivamente, mas viverá em santificação". O verdadeiro crente não continua fazendo tudo o que não presta. Releia o e-mail do Davi e veja os links que eu indiquei acima, respondendo ao Celso, para entender melhor essa questão.

Abraços,

André Aloísio
O principal dos pecadores (I Tm.1.15)

Alex Malta Raposo disse...
3 de setembro de 2009 10:52

Belíssimo texto. Parabéns.

www.vivendooevangelho.blogspot.com

Familia Marques disse...
18 de maio de 2010 09:28

irmãos, só um minuto...
o livre arbítrio é meu, e então somente meu, Jesus, pelo livre arbítrio de todos que Ele curou, perguntou o que queres que eu faça....
portanto, se hoje aceito Jesus com o o salvador da minha vida, sou Salvo?(creio que sim!) mas amanhã se eu mesmo não quiser ter mais esta salvação, o Deus me empurra a mesma goela abaixo???? isso sim seria diminuir a nada o sacrifício na Cruz.... não se deixem enganar,
não tem nada a ver com obras.... mas sim com a vontade do proprio ser... se eu não quero mais, como Deus pode me obrigar...Já pensou,eu viro Satanista e mesmo assim Deus me leva pro céu.... e não venham me dizer que não aceitou Jesus verdadeiramente...porque não sabemos quem aceitou de Fato ou não.
E o pior é a teoria que as passagens biblicas falam do arrebatamento, que dizer que nosso Deus vai deixar salvos na tribulação????então qual critério Ele irá usar....os que tem menos ou mais pecados????
parem com isso, criem Temor ao Deus todo poderoso e Sejam Salvos por Amor ...

A Paz a Todos

Davi Luan disse...
18 de maio de 2010 09:47

Olá, Marques, graça e paz!

Como você pôde notar, o artigo que escrevi contém mais trechos das Escrituras do que qualquer argumentação minha. Estou me baseando somente na Bíblia, que é a minha ÚNICA regra de fé e prática, estando acima de qualquer teoria humana.

Portanto, se você quiser argumentar, por favor, comece explicando-me os vários textos bíblicos que citei no artigo.

Um abraço, que Deus nos conceda graça a cada dia,
Davi.

Rede de Homens disse...
25 de novembro de 2010 11:02

Caros Irmãos. Eu li todos os comentários, mas mesmo assim ainda fica uma dúvida. A Salvação é realmente para quem se converteu de verdade ou não. Eu aceitei Jesus como meu único e suficiente salvador e continuar no pecado?

Unknown disse...
17 de janeiro de 2012 18:35

A PAZ DO SENHOR JESUS CRISTO A TODOS OS IRMAOS. O TEMA SALVAÇAO: TEM SIDO EXPLANADO EM MUITOS ALTARES COM UMA FARTA FACILIDADE. POREM COMO UM SIMPLES HOMEM, DIGO QUE A SALVAÇAO FOI OFERTADO A TODOS OS SERES HUMANOS, ENTRETANTO, TEMOS ESCOLHAS, DIGO, PORTA ESTREITA OU A FAMOSA PORTA LARGA. A PALAVRA DE DEUS DIZ QUE DEUS AMOU O MUNDO DE TAL MANEIRA QUE DEU,ENVIOU,ENTREGOU O SEU UNICO FILHO JESUS CRISTO, PARA MORRER POR TODOS OS VIVENTES. PARA QUE TODO AQUELE QUE NELE CRER NAO PEREÇA MAIS TENHA A VIDA ETERNA (SALVAÇAO). SABEMOS QUE SALVAÇAO ERA DIREITO DO POVO DE ISRAEL, POREM JESUS FOI REJEITADO PELO POVO, SENDO ASSIM A SALVAÇAO VEIO A NÓS. POREM NAO POSSO DEIXAR DE COMENTAR QUE TODOS NÓS TEMOS DIREITOS E DEVERES, OU SEJA EU TENHO DIREITO DE IR MORAR NO CÉU ( SER SALVO ATRAVÉS DE JESUS) POREM TAMBEM POSSUO DEVERES, DIGO, ANDAR EM SANTIDADE,RENUNCIA,MISERICORDIA,AMOR ENTRE OUTROS......... O CÉU FOI FEITO PARA TODOS NÓS, POREM A SALVAÇAO É SEM MEDO DE ERRA PODE SER JOGADA FORA POR MIM OU POR VC, SE NAO DERMOS CONTA DOS NOSSOS DEVERES. QUERO DEIXAR BEM CLARO QUE JESUS NAO MORREU NA CRUZ POR MNORRE, MORREU PARA SALVAR O PECADOR, ENTRETANTO, TAL HOMEM PRECISA NASCER DE NOVO.........

COLOCO UMA PAUSA E COMENTO A PASSAGEM CITADA ACIMA, JESUS FALANDO A IGREJA DE ESMIRA, ESTA IGREJA SE REFERE A MIM E A VC LEITOR, OU SEJA JESUS NOS DÁ ORIENTAÇOES QUANTO A NOSSA CAMINHADA CRISTÃ, JESUS É AMOR MAS TAMBEM É JUSTIÇA............................

POR FALTA DE TEMPO COLOCO UMA PAUSA NESTE COME.........

MEU EMAIL

samuelll.gomes@yahoo.com.br

Edson morales disse...
2 de janeiro de 2013 19:20

o irmão diz que sem santificação ninguém Vera a Deus, O irmão poderia me explicar porque a Biblia afirma que, todo o olho o Vera, ate os que o traspassaram? E que todos estarão diante de Deus no tribunal?

Edson morales disse...
2 de janeiro de 2013 19:31

o fato de alguém aceitar a Cristo nao quer dizer que ele vai deixar de pecar, o Aposto Paulo dizia, o bem que quero fazer eu nao faço, mas o mau que nao quero este eu faço, a diferença e quando um filho de Deus peca ele e castigado, ele disse eu castigo todos quanto amo, sede pois zeloso, e se estais sem castigo nao e filho e bastardo.,um grande exemplo e o de corintos, que nesta igreja avia um irmão que cometia um pecado grave, Paulo ordenou que a igreja entregasse este irmão a satanás ,para ser castigado com a destruição da carne, ou seja pena de morte. Por este motivo e que tem muitos crente sofrendo, colhendo o que esta plantando, e perdera os galardoes, mas nao a salvacao.

mario de assis Rodrigues disse...
21 de julho de 2013 14:14

DISSE JESUS QUE AQUELE QUE PERSEVERAR ATÉ O FIM SERA SALVO.ISTO QUER DIZER QUE SE EU NAO PERSEVERAR OU DESVIAR DO CAMINHO DO SENHOR NAO SEREI SALVO,LOGO ENTAO O SALVO TAMBEM PERDE A SALVAÇAO SE NAO PERSERVERAR.

André Aloísio disse...
19 de dezembro de 2014 19:29

Samuel Gomes, você falou, falou, mas não fundamentou suas palavras com as Escrituras. "À lei e ao testemunho! Se eles não falarem desta maneira, jamais verão a alva" (Is 8.20).

André Aloísio disse...
19 de dezembro de 2014 19:36

Mário de Assis, é verdade que, se aquele que perseverar até o fim será salvo, então aquele que não perseverar até o fim não será salvo. A questão, porém, é que aquele que não perseverar até o fim não será salvo porque ele nunca foi salvo, e não porque ele perdeu a salvação. Aqueles que realmente foram salvos serão preservados por Deus até o fim, como o artigo do irmão Davi mostra em várias passagens bíblicas.

 

Teologia e Vida © Revolution Two Church theme by Brian Gardner
Converted into Blogger Template by Bloganol and modified by Filipe Melo