domingo, 29 de março de 2009

A Revelação de Cristo à Alma

2 comentários

Este é um trecho do livro O Peregrino, de John Bunyan (1628-1688), que narra numa emocionante história fictícia a viagem do cristão à cidade celestial.

Cristão: Como Cristo te foi revelado?

Esperança: Não O vi com os olhos do corpo, mas com os do entendimento (Ef.1.18-19). Foi assim: certo dia estava eu tristíssimo, mais triste, me parece, do que jamais estivera em tempo algum, sendo causada essa tristeza por uma nova revelação da magnitude e vileza dos meus pecados e, quando eu não esperava senão o inferno e a eterna condenação da minha alma, pareceu-me ver, de repente, o Senhor Jesus, olhando-me do céu, dizendo-me: "Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo" (At.16.31). Mas Senhor, repliquei eu, sou um grande pecador, muito grande; e Ele respondeu-me: "A minha graça te basta" (II Co.12.9). Tornei-Lhe eu: Mas o que é crer? E reconheci, por aquelas palavras, "O que vem a mim jamais terá fome; e o que crê em mim jamais terá sede" (Jo.6.35), que crer e ir era tudo a mesma coisa, e que aquele que vai, isto é, aquele que corre em seu coração e em seus afetos, pela salvação em Cristo, é o que realmente crê em Cristo. Umedeceram-se os meus olhos de lágrimas, e continuei a perguntar: Mas, Senhor, pode, na verdade, um pecador tão grande como eu sou, ser aceito e salvo por Ti? E Ele respondeu: "O que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora" (Jo.6.37). E eu disse: Mas, Senhor, que idéia hei de eu fazer a Teu respeito, ao chegar-me a Ti, para que a minha fé seja perfeita? E Ele me disse: "Cristo Jesus veio ao mundo para salvar os pecadores" (I Tm.1.15). De onde concluí que devo achar a justiça em Sua pessoa, e a paga dos meus pecados em Seu sangue; que o que Ele fez, obedecendo à lei de Seu Pai, e submetendo-Se à penalidade dessa lei, só o fez por aqueles que aceitaram a Sua salvação e Lhe agradeceram. Então, o meu coração encheu-se de alegria, os meus olhos de lágrimas, e os meus afetos expandiram-se em amor ao nome, ao povo e aos caminhos de Jesus Cristo.

Cristão: Isso foi, na verdade, uma revelação de Cristo à tua alma. Dize-me, agora, quais os efeitos que produziu no teu espírito.

Esperança: Fez-me ver que todo o mundo, apesar de toda a justiça própria, existe em estado de condenação; que Deus Pai, posto que seja justo, pode justificar, com justiça, o pecador que a Ele vem; fez-me envergonhar da minha vida anterior, e humilhou-me, fazendo-me conhecer e sentir a minha própria ignorância, porque até então nunca viera ao meu coração um único pensamento, que de tal modo houvesse revelado a formosura de Jesus Cristo; fez-me desejar uma vida santa, e anelar por fazer mais alguma coisa para a honra e a glória do nome do Senhor; chegou a parecer-me que, se tivesse mil vidas, de bom grado as perderia por amor de Jesus!

Comentários

2 comentários em "A Revelação de Cristo à Alma"

amanda disse...
17 de setembro de 2012 16:52

sentir muito bem ,em nome de jesus cristo!

amanda disse...
17 de setembro de 2012 16:52

sentir muito bem ,em nome de jesus cristo!

 

Teologia e Vida © Revolution Two Church theme by Brian Gardner
Converted into Blogger Template by Bloganol and modified by Filipe Melo