sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Soberania divina e responsabilidade cristã para com o ímpio

2 comentários

Este texto é um recado meu enviado através do Orkut, dia 26/01/2009, a uma irmã que crê na predestinação, mas que tinha dúvidas se devemos continuar orando pela salvação de alguém duro de coração, que insiste em sua incredulidade.

Como você bem observou, a salvação é uma obra divina (Jn.2.9). É Deus quem predestina e escolhe por pura graça aqueles que herdarão a vida eterna (Rm.8.28-32; Ef.1.4-11) e quem reprova os demais, que irão para o inferno devido aos seus pecados (Pv.16.4; Rm.9.11-24). Devemos crer nisso porque é o que a Bíblia ensina. Por outro lado, a Bíblia também nos fala sobre a responsabilidade do cristão, inclusive para com o ímpio. Jesus nos ensina a amarmos o nosso próximo e até o nosso inimigo (Mt.5.43-48; 22.36-40)! Ora, existe maior demonstração de amor do que falar do evangelho e orar por aqueles que ainda estão perdidos, e isso com insistência, sem desanimar? Ainda que a salvação seja do Senhor, Ele nos deu o mandamento de pregar o evangelho a toda a criatura (Mt. 28.19-20) e orar por todos os homens (I Tm. 2.1-4). Nós não podemos desistir de interceder por alguém, ainda que seu coração seja duro como uma pedra. Deus é aquele que troca corações de pedra por corações de carne (Ez.11.19-20; 36.26-27), como Ele fez comigo e com você! Nós não podemos desistir porque não sabemos quem são os eleitos e quem são os réprobos. Isso é algo que só a Deus pertence (Dt.29.29). Quanto a nós, oremos e preguemos com fervor a todos que estão ao nosso alcance, porque nós somos os meios usados por Deus para cumprir Seus propósitos neste mundo, inclusive a salvação de Seus eleitos!

"Como, porém, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem nada ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? E como pregarão, se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos são os pés dos que anunciam coisas boas!" (Rm.10.14-15).

Comentários

2 comentários em "Soberania divina e responsabilidade cristã para com o ímpio"

ALFJr. disse...
4 de fevereiro de 2009 00:57

Olá André, boa noite. Na verdade, eu nem acompanhava o seu blog, mas a partir de hoje serei um visitante fiel.
Sobre esse seu texto, cujo título é um interessante chamarisco porque bastante sugetsivo, devo reportar-lhe com todo respeito à sua pessoa e seu blog, inclusive seus leitores/as, que eu não concordo com o que você afirma nesse.
Tenho refletido teologicamente as implicações da fé reformada, com um amigo bastante próximo que abraçou como ideal de vida a fé reformada. Devo expresar-lhe a minha preocupação, sinceras, de que o Deus que é ágape (AMOR) e tsedaká (JUSTIÇA RECUPERANTE, dif. de punitiva) "escolheria" (nem sei se esse é o melhor termo)uns para o castigo e tortura do silêncio na perdição eterna.
Sobre as afirmações bíblicas, você há de convir que a Bíblia não deve ser usada, literalmente usada, para afirmarmos nossas "suposições-tese", nossas tantas teolo-ideolo-gias.

Agradeço sua atenção.
Grande abraço.

André Aloísio disse...
5 de fevereiro de 2009 22:14

Olá meu irmão, graça e paz!

Seja bem-vindo ao blog! Que você possa ser abençoado com as postagens!

Decidi responder seu comentário com uma nova postagem no blog. Portanto, confira a resposta aqui.

Que Deus te abençoe grandemente!

Abraços,

André Aloísio
O principal dos pecadores (I Tm.1.15)

 

Teologia e Vida © Revolution Two Church theme by Brian Gardner
Converted into Blogger Template by Bloganol and modified by Filipe Melo