quarta-feira, 24 de outubro de 2007

490º Aniversário da Reforma Protestante

2 comentários

“Aviva a Tua obra, ó SENHOR!” (Hc.3:2)

O que foi a Reforma Protestante?

A Reforma Protestante foi o maior avivamento ocorrido na história da igreja. No dia 31 de outubro de 1517, num tempo de grande apostasia, Martinho Lutero, um homem levantado por Deus, elaborou 95 teses contra a venda de indulgências (perdão de pecados) pela igreja da Idade Média. Essa data marcou o início das igrejas evangélicas e de um avivamento sem precedentes na história: a Bíblia foi traduzida para diversas línguas e colocada nas mãos do povo; doutrinas fundamentais, como a justificação pela fé, foram recuperadas; a verdadeira adoração bíblica foi resgatada; o evangelho passou a ser pregado em diversas partes do mundo, etc.

Alguns anos depois, em 1529, certas pessoas queriam proibir os evangélicos de pregar em determinados territórios da Alemanha. Como eles protestaram contra essa proibição, ficaram conhecidos como “protestantes”. Por isso, esse grande avivamento passou a ser chamado de “Reforma Protestante”.

Precisamos de um avivamento hoje?

Hoje, 490 anos depois do início da Reforma, muitas igrejas chamadas evangélicas têm sofrido de males semelhantes ou piores aos da igreja da Idade Média: pessoas que se dizem cristãs continuam vivendo no pecado e líderes famosos estão ensinando doutrinas que não se encontram na Bíblia. Diante de tal apostasia e pecado, temos certeza de que precisamos de um avivamento hoje em nossas vidas e igrejas, um mover soberano e sobrenatural de Deus, derramando sobre nós do Seu Espírito e levando-nos de volta às verdades abandonadas da Palavra de Deus.

O que fazer para que o avivamento aconteça?

Deus é soberano e Seu Espírito sopra onde quer (João 3:8). Logo, nenhum cristão pode produzir avivamento, porque isso é obra de Deus. Porém, é responsabilidade do crente estar buscando um avivamento de todo o seu coração. Para isso, há duas coisas principais a se fazer:

1. Conhecer a Bíblia: Busque conhecer a Palavra de Deus profundamente e rejeite toda doutrina que não se encontra nela: “Conheçamos e prossigamos em conhecer ao SENHOR; como a alva, a sua vinda é certa; e ele descerá sobre nós como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra” (Oséias 6:3);

2. Orar por um avivamento: Clame a Deus, com orações e jejum, por um avivamento em tua vida e na igreja atual: “Tendo eles orado, tremeu o lugar onde estavam reunidos; todos ficaram cheios do Espírito Santo e, com intrepidez, anunciavam a palavra de Deus” (Atos 4:31).

Portanto, não fique parado! Conheça ao Senhor e clame com todo o teu coração: “Aviva a Tua obra, ó Senhor!”

Comentários

2 comentários em "490º Aniversário da Reforma Protestante"

Dilaila disse...
19 de maio de 2011 16:25

Se duvida a coragem e a ousadia de Lutero foi o divisor de aguas para que a igreja saisse do dominio daqueles que se elegeram os donos da igreja. Infelizmente que depois de quase quinhentos anos da reforma ainda surge lideres que se acham proprietários das leis e da graça de Deus!
Hoje precisamos da coragem de Lutero novamente para trazer a igreja para o lugar que ela nunca deveria ter saído. Da presença de Deus!

Pr. Zainer M Miguel
Itajaí-SC

Dilaila disse...
19 de maio de 2011 16:26

Sem duvida a coragem e a ousadia de Lutero foi o divisor de aguas para que a igreja saisse do dominio daqueles que se elegeram os donos da igreja. Infelizmente que depois de quase quinhentos anos da reforma ainda surge lideres que se acham proprietários das leis e da graça de Deus!
Hoje precisamos da coragem de Lutero novamente para trazer a igreja para o lugar que ela nunca deveria ter saído. Da presença de Deus!

Pr. Zainer M Miguel
Itajaí-SC

 

Teologia e Vida © Revolution Two Church theme by Brian Gardner
Converted into Blogger Template by Bloganol and modified by Filipe Melo