quarta-feira, 10 de janeiro de 2007

Reflexões Para o Ano Novo

1 Comentário

"Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas" (Mat. 6:31-33).

Nesta época de passagem de ano, é comum as pessoas pararem e pensarem, a fim de refletir sobre o ano que se encerra, com suas realizações, conquistas e frustrações, bem como sonhar com o ano que está a chegar, fazendo seus planos e projetos.

É natural definirmos alvos e metas para a nossa vida, termos sonhos referentes a estudo, emprego, família, vida pessoal etc., e nos empenharmos para que eles se concretizem. Enquanto estamos nesta terra, não há como deixarmos todas as nossas atividades, pois sabemos que pelo suor do rosto comeremos.

Muitas vezes, no entanto, envolvemo-nos em excesso com todas estas coisas, e elas se tornam prioridade em nossas vidas, em lugar de Deus, seu reino e sua justiça. Temos nos angustiado com o amanhã. Passamos a nos preocupar de modo desvirtuado com o nosso emprego, com nossos estudos e tudo mais. Elas passam a ocupar o centro e o foco, que deveriam pertencer ao Senhor. Aos poucos a nossa confiança e esperança nele é abalada, e vêm a ansiedade e o sofrimento antecipado.

Estando nós à entrada do ano 2007, pensando em tudo o que fizemos no ano velho e em tudo o que pretendemos fazer neste novo ano, é oportuno nos lembrarmos das palavras do Senhor Jesus, acima transcritas, e refletirmos se Deus tem sido a nossa prioridade, o nosso alvo principal, ou se as coisas desta vida têm tomado este lugar.

Quanto do nosso tempo temos separado para a oração, a leitura bíblica, a freqüência às reuniões da igreja, o exercício dos dons e ministérios que o Senhor nos deu? Os pontos indicados e outros podem servir para avaliarmos a posição que Deus tem ocupado em nossa vida. É certo que o acúmulo de atividades e o tempo que cada uma requer nos deixam muito ocupados, mas há muitos que estão negligenciando a busca de Deus e o seu serviço. Precisamos cuidar para que isto não ocorra conosco.

Outro aspecto importante a ser considerado é que a preocupação excessiva com o amanhã e o envolvimento demasiado com os afazeres terrenos podem enfraquecer a nossa confiança em Deus. É uma porta que se abre para a ansiedade. Jesus nos convida a descansarmos em Deus. Ele é o nosso refúgio e fortaleza (Sal. 46:1), e somente nele devemos esperar (Sal. 62:1). Não precisamos temer maus governos, nem crises econômicas, nem previsões ruins que os homens fazem. Temos um Deus Soberano e Todo-Poderoso, que nos faz andar altaneiramente. Nele podemos descansar e estar em segurança.

Com esta breve reflexão, queremos conclamar a todos os crentes que priorizemos as coisas de Deus. Não vamos deixar nenhuma de nossas atividades cotidianas. Continuaremos com nossos estudos, nosso trabalho, nosso lazer e todos os sonhos relacionados com eles. Vamos estabelecer nossos alvos e metas para este novo ano. Em momento algum, porém, deixemos estas coisas tomarem o lugar de Deus. Que ele ocupe o nosso primeiro lugar. Por ele e para ele nós existimos. O nosso fim principal é sermos para a sua glória.

Encerro desejando a todos um feliz e próspero 2007. Que seja um ano de muitas bênçãos, na graça soberana do Senhor.

Comentários

1 comentário em "Reflexões Para o Ano Novo"

André Aloísio Oliveira da Silva disse...
27 de janeiro de 2007 21:36

Irmão Lucas, o artigo foi uma benção. Muitos problemas poderiam ser evitados por cristãos se eles entendessem e praticassem esse princípio bíblico de colocar em primeiro lugar o reino de Deus e Sua justiça. As pessoas estão preocupadas primeiramente com as suas necessidades e problemas e deixam de lado aquilo que deveria ser colocado em primeiro lugar.

Que Deus nos ajude a cumprir esse princípio tão importante!

 

Teologia e Vida © Revolution Two Church theme by Brian Gardner
Converted into Blogger Template by Bloganol and modified by Filipe Melo