segunda-feira, 15 de maio de 2006

Esboço do sermão do 2º culto de adoração

Comente Aqui

Olá irmãos, a paz de Cristo seja com todos vocês!

Fico muito feliz por, de agora em diante, cooperar com o irmão André na obra deste blog. O desejo do nosso coração é que o Senhor abençoe poderosamente cada leitor, e que aqui seja um espaço onde a verdade de Deus seja divulgada de forma clara e profunda. Que, todo aquele que tiver sede, possa encontrar neste blog como chegar à Fonte das Águas Vivas. Que o cristão fraco e desanimado encontre forças ao ler essas palavras. Que os santos sem entendimento possam ser instruídos na doutrina de Cristo! Amém!

Para começar, quero colocar aqui o sermão que preguei no culto de adoração, de que o irmão André falou nas postagens anteriores. Que Deus nos abençoe!

AS GRANDEZAS DO REI DA GLÓRIA

Leitura: Salmo 24:6-10


O Seu poder

O nosso Deus é Todo-Poderoso

  Demonstrações do poder de Deus

    Na criação e sustentação de todas as coisas (Rm 1:20, Hb 1:3)

    Na história dos heróis da fé do AT (Abraão, Moisés, Daniel)

    No ministério de Jesus na terra

    Na vitória sobre a morte

  Aplicações práticas dessa verdade em nossas vidas

    Fomos salvos pelo poder de Deus (Mc 10:26,27)

    O poder de Deus nos faz perseverar na fé (Jd 1:24, I Pe 1:5, II Tm 1:12)

    O poder de Deus nos capacita para o serviço (At 1:8, I Co 2:4)

    Pelo Seu poder, Deus supre todas as nossas necessidades


A Sua soberania

Segundo o Michaelis, “soberano” é aquele “que está revestido de autoridade suprema, que governa com absoluto poder, e que exerce um poder supremo sem restrição nem neutralização”.

  Deus é soberano sobre

    A sua criação (Jó 37:5-13)

    A vontade do homem (Pv 21:1)

    A salvação (Rm 9:21-23)

    Todas as coisas, tanto as pequenas como as grandes (Sl 115:3, Jó 42:2)

  Aplicações práticas dessa verdade em nossas vidas

    Traz paz ao nosso coração

    Aumenta a nossa fé

    Nos faz ver além do que os olhos podem ver

    Não nos torna inativos, mas nos leva a agir confiando que Deus está no controle


A Sua misericórdia (ou graça, amor)

Apesar de toda a sua grandeza, o Rei da Glória é misericordioso (Is 57:15)

  A misericórdia de Deus se revela

    Na existência do homem e nas condições necessárias (ar, água, alimento, etc.)

    Na morte de Cristo para a salvação de pecadores (Ef 2:8,9)

  Aplicações práticas dessa verdade em nossas vidas

    Deus é paciente e perdoador (advertir contra o abuso da graça)

    Jesus recebe todos aqueles que o buscam e clamam por misericórdia (Jo 6:37)

    O seu amor dura para sempre!

Comentários

Nenhum comentário em "Esboço do sermão do 2º culto de adoração"

 

Teologia e Vida © Revolution Two Church theme by Brian Gardner
Converted into Blogger Template by Bloganol and modified by Filipe Melo